Pedro Salvador dá continuidade ao seu trabalho solo

Guitarrista da Necro lança EP com quatro músicas instrumentais.

Com quatro músicas instrumentais de rock progressivo apimentado pela psicodelia brasileira e jazz rock, o EP ‘Objetos no Céu’ mostra mais uma vez um Pedro Salvador (guitarrista da Necro e Messias Elétrico) versátil e inspirado.  O novo material do músico está disponível nas principais plataformas de streaming, lançado pela Abraxas Records: https://ONErpm.lnk.to/PedroSalvador.

Todos os instrumentos foram gravados por Pedro, que também assina a produção e a capa do EP. Na faixa título, a música é transcendental, como conta o músico. “Tem uma intenção ‘tecno-onírica’, um clima baseado nas sensações que antigas fotos de ovnis transmitem”.  A harmonização, em acordes menores, deixa tudo meio suspenso, sem resolução, “tal qual os clássicos relatos de avistamentos celestes”, completa Pedro.

Já ‘Flagelo Moderno’ experimenta células rítmicas da bateria. A música possui um núcleo percussivo e os demais instrumentos utilizados por Pedro aparecem entre arranjos ora afrobeat, ora highlife. “E as guitarras escapuliram para territórios baianos”, conta.

Capa - Pedro Salvador - Objetos no Céu.png

Na carreira solo, explica Pedro, a veia experimental está mais evidente se comparado ao trabalha da Necro, mais orientado ao rock progressivo psicodélico. “Na Necro existe uma troca com mais duas mentes, é um exercício de cooperação e coletividade. Quando é algo solo, posso me expressar de forma mais direta e sem filtros”, ele conversa.

Algumas das novas músicas serão tocadas ao vivo pela primeira vez ainda neste mês de maio. No Rio de Janeiro, Pedro Salvador toca dia 20/5 no Coletivo Machina e dia 26/5 no Escritório.

Recentemente, Pedro participou de dois lançamentos da Abraxas: ‘Origens 2 – Adaptação’, de Alessandro Aru, e ‘Utopia’, de Lillian Lessa (baixista do Necro e Messias Elétrico).