Disaster Cities lança álbum de estreia "LOWA"

Banda transita entre as sonoridades pesadas dos anos 90, porém incorporando referências modernas ao seu trabalho, orientados pelo produtor Gabriel Zander

Loa/Lwa | s. f.: Entidades sem face que regem as energias do mundo. A Disaster Cities foi buscar o conceito do álbum de estreia no universo das religiões africanas, mais especificamente no vodoo. "LOWA" ganha vida trazendo por meio da síntese de todas as forças individuais que cercaram a produção durante esse primeiro momento da carreira ao longo de sete faixas de estúdio e uma curta história que introduz o disco, narrada pelo americano David Rat. O álbum sai pelaAbraxas Records e já está nas principais plataformas de streaming: https://ONErpm.lnk.to/DisasterCities.

Os Lwa são tidos como entidades  que tomam forma humana e adquirem a face que seu adorador deseja, de acordo com a intenção que à ela for destinada a intervir no mundo. "Tudo na vida ou na arte funciona assim, a gente absorve as coisas de uma maneira crua e às usa para o fim que nos é mais conveniente, seja para o bem ou o mau. Com a música também. A banda começou como uma união geograficamente improvável, sem face. Ainda estamos dando a ela a forma como deve se mostrar."

Com "LOWA" lançado,  a banda imediatamente inicia a primeira parte da turnê. De cara, tem a abertura dos shows dos alemães do Kadavar, em São Paulo, e dos americanos do Radio Moscow, em Florianópolis. Em seguida, o Disaster Cities também tem passagem confirmada pelo Rio de Janeiro em abril. 

A BANDA - Após uma série de singles lançados em 2017, o power trio Disaster Cities apresenta o primeiro álbum da carreira, "LOWA". Divididos entre Chapecó (SC) e São Paulo (SP), os músicos Matheus Andrighi (Maquinários - Voz, Guitarra), Rafael Panegalli (Baixo, Voz) e Ian Bueno (Mattilha - bateria) se organizaram em idas e vindas entre as cidades para dar vida a este projeto de mais de um ano e meio de trabalho.

Com diversas influências entre o stoner rock, grunge e o alternativo, o grupo se caracteriza como uma banda em constante mutação.

disaster cities-1.jpg

Essa flexibilidade é evidente ao longo das oito faixas do álbum, todas elas gravadas, mixadas e masterizadas pelo produtor Gabriel Zander no Estúdio Costella, em São Paulo. Após a estréia do primeiro single "Right Next to You", em setembro de 2017, a banda já coleciona diversos críticas positivas e amplo reconhecimento: Indicação ao prêmio de música catarinense na categoria "Melhor Videoclipe", destaques em sites como VICE e TMDQA e mais de 300 mil streams no Spotify, com destaque em playlists internacionais.